Hospital Unimed de Florianópolis aposta na tecnologia

Hospital Unimed de Florianópolis

A unidade do Hospital Unimed Grande Florianópolis que foi inaugurado em novembro do ano de 2014 está apostando na tecnologia, nos profissionais capacitados e em rigorosos padrões de qualidade para ter um diferencial no atendimento, além do Hospital Unimed de Florianópolis contar também com uma estrutura moderna e eficiente para diagnóstico e tratamento de adultos e crianças.

O Dr. Gabriel Gustavo Longo diretor técnico do Hospital Unimed e dos Serviços Próprios da cooperativa médica, em entrevista fala sobre todo o processo de inovação que foi empregado na unidade hospitalar, incluindo tecnologia para acompanhar o quadro clínico do paciente, atendimento humanizado e certificação de qualidade.

O Hospital Unimed da Grande Florianópolis é o primeiro em Santa Catarina a adotar uma plataforma de inteligência artificial que auxilia no diagnóstico precoce de sepse em pacientes, sendo também o pioneiro dentre as Unimeds do país. Esta plataforma de inteligência leva o nome de “Robô Laura”.

Sempre buscando alternativas tecnológicas, o Hospital Unimed de Florianópolis adotou o Robô Laura, no qual aumenta a segurança dos protocolos de cuidado e tratamento, auxiliando precocemente na detecção clínica quando existe uma piora dos pacientes internados. Uma tecnologia que cumpre o importante papel ao auxiliar no processo de cuidado, pois coleta e faz a análise de dados dos pacientes de forma automática, dados estes em intervalos regulares, programados de acordo com a necessidade do hospital.

O assessor médico de Inteligência em Saúde da cooperativa, Raphael Corrêa Santa Ritta, explica que o robô Laura monitora e analisa através de machine learning (aprendizado de máquina) dados como, por exemplo, idade, sexo, sinais vitais (pressão arterial, frequência cardíaca, frequência respiratória e temperatura), saturação de oxigênio e glicemia capilar de cada um dos pacientes internados nos 75 leitos.

Com base nessas informações são gerados alertas em painéis de gestão que identificam, por ordem de criticidade, os pacientes com deterioração clínica. De forma ágil, os médicos estabelecem o diagnóstico mais precoce de sepse e iniciam o tratamento imediatamente, apoiado no histórico clínico do paciente e de seus exames complementares – explica.

Na possibilidade de haver uma piora no quadro clínico do paciente, o sistema emitirá alertas, permitindo então que a equipe médica atue de forma rápida, e isso pode ser determinante para a recuperação daquele paciente. Além disso adotou a tecnologia para otimizar o trabalho de organização das equipes do hospital.

Há uma plataforma na nuvem, na qual os coordenadores médicos podem administrar as escalas de plantões e sobreavisos, sem uso de planilhas e papéis. Sendo tudo feito de forma digital, gerando uma certa segurança das informações podendo possibilitar a emissão de relatórios para análise, otimizando a gestão das escalas de trabalho.

– Estamos orgulhosos por trazer a Santa Catarina essa tecnologia que cumpre um importante papel preventivo na saúde – comenta o CEO da cooperativa, Richard Oliveira.

A Unimed Grande Florianópolis para um atendimento mais humanizado, próximo e acolhedor com os seus públicos, busca entender o que realmente é de grande importância aos pacientes e para os seus familiares, conhecer suas preocupações.

Além de buscar o controle ou a cura da doença no tratamento hospitalar, é fundamental que leve em consideração os dados emocionais e sociais, respeitando os valores do ser humano.

Existem ações no Hospital Unimed para que os pacientes se sintam mais acolhidos, ações como a visita estendida na UTI, a visita virtual através de videochamada conectando os pacientes internados aos seus familiares, os enfermeiros da alegria, o projeto leiturinha para as crianças e as apresentações musicais, fazendo que o período de internação tenha um impacto emocional mais tranquilo.

Por conta do coronavírus, o setor da saúde é o mais requisitados neste momento de pandemia. O Hospital Unimed, se preparou para atender os pacientes com o vírus, seguindo rigorosamente os protocolos e as recomendações da OMS e do Ministério da Saúde para que o Hospital Unimed e as unidades de pronto atendimento, em São José e no centro de Florianópolis, estejam preparadas para atender casos da Covid-19.

Foi criado um fluxo de atendimento com áreas exclusivas para casos suspeitos e confirmados de contaminação pelo vírus, além de fluxos de acessos, treinamento constante da equipe, uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e esclarecimentos pós-alta para o paciente e familiares. Seguimos as recomendações da ANVISA (Ministério da Saúde) para manter a segurança no atendimento dos pacientes que necessitam de tratamento hospitalar por outras condições não relacionadas à pandemia.

O Hospital Unimed Florianópolis possui também um atendimento humanizado em tempos de pandemia. As mudanças provocadas pelo isolamento social fez com que o contato com pessoas recebesse uma forte transformação, e no ambiente hospitalar não foi diferente.

Com a necessidade de cuidarem de si e de suas famílias, muitos pacientes não têm a oportunidade de receber a visita dos parentes, ainda mais em um momento tão importante e necessário para a saúde física e emocional. Portanto a Unimed possibilita visitas virtuais por videochamadas aos seus familiares, mais uma alternativa na qual está encurtando distâncias e permitindo a aproximação das pessoas.

O paciente Mohamad Ali Younes, de 36 anos, pode presenciar esse momento após ficar internado 10 dias no Hospital Unimed, podendo se recuperar da Covid-19 e enfim, receber o abraço da família. Enquanto permaneceu na unidade hospitalar, as conversas eram feitas por videochamadas, com a ajuda da equipe de médicos e enfermeiros.

Para a coordenadora de enfermagem, Cristiani Pereira, as visitas virtuais não substituem o contato físico, mas minimizam a saudade e se mostram eficazes em períodos de distanciamento social. “Nada muda a sensação de receber um abraço, mas o fato de ouvir e ver a família, mesmo que à distância, traz alívio e melhora as condições de saúde das pessoas” – diz Cristiani.

Para o diretor do Hospital Unimed, Dr. Gabriel Gustavo Longo, a visita virtual é um importante papel preventivo e de segurança com a saúde. – Essa iniciativa foi muito bem recebida pelos pacientes internados e seus familiares. Com menos pessoas dentro da uma unidade hospitalar, menor é o risco de transmissão do coronavírus e de outros agentes de contaminação – completa.

As visitas virtuais iniciaram em abril, desde então todos os pacientes internados conectaram-se com seus familiares, e os encontros ocorrem diariamente.

PROCURANDO UM PLANO DE SAÚDE?

Disponibilizamos os melhores planos de saúde em São Paulo e todo Brasil, saiba mais nos links abaixo e solicite uma cotação.

Acesse as tabelas de planos de saúde: